NOTÍCIAS
Página incial > Notícias > ‘Precisamos criar mecanismos para que a gestão pública seja baseada em evidências’
26/04/2018

‘Precisamos criar mecanismos para que a gestão pública seja baseada em evidências’

Imagem

Adriano Akira Ferreira Hino, um dos líderes do Grupo de Pesquisa em Atividade Física e Qualidade de Vida (GPAQ), participa como palestrante do 2º Seminário Online da SBAFS

 

Adriano Akira Ferreira Hino, docente da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, é palestrante convidado para debater o tema “Ambiente Construído e Atividade Física no Brasil” no 2º Seminário Online da SBAFS, que ocorre nesta sexta-feira (27), às 17h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste link

Ao lado da arquiteta e urbanista Gabriela Callejas, Hino irá discutir resultados de pesquisas sobre impacto do ambiente construído na prática de atividades físicas na população. O tema permeou os estudos do pesquisador nos cursos de Mestrado em Educação Física, na Universidade Federal do Paraná, e Doutorado em Educação Física na mesma universidade, com período sanduíche na Escola de Ciências Sociais da Washington University, em Saint Louis, Estados Unidos. Hoje, ele é a principal referência em estudos sobre as relações entre ambiente e atividade física no país. 

Em suas atividades no Grupo de Pesquisas em Atividade Física e Qualidade de Vida, Hino integrou consórcios internacionais de pesquisa, como o International Physical Activity and the Environment Network Study (IPEN), que fornecem evidências científicas sobre a influência do local de moradia, sua proximidade a parques, praças ou que tenham uma estrutura adequada, na prática de atividades físicas. 

Em entrevista prévia ao seminário, ele respondeu a três perguntas breves da SBAFS: 

 

Se você tivesse o poder para promover mudanças a favor de uma sociedade mais ativa, quais seriam suas primeiras iniciativas?

Penso que uma das primeiras iniciativas seria criar mecanismos para que a gestão pública fosse baseada em evidências. Não necessariamente as evidências científicas, pois muitas vezes a ciência não acompanha a velocidade das necessidades, mas ao menos, a melhor evidência disponível. Acredito que se os gestores tivessem que embasar melhor suas decisões, o emprego dos recursos seria bem mais efetivo.

 

Como você acha que a SBAFS poderia contribuir da melhor maneira para fomentar iniciativas de promoção da atividade física no Brasil? 

Acredito que melhorando a disseminação das evidências que possuímos e se aproximando de instituições que possuem potencial de implementar as evidências. 

 

Como você insere a prática de atividade física na sua rotina? Qual a sua atividade física favorita? 

Caminho bastante! Tento caminhar o máximo que consigo todos os dias durante minhas atividades na universidade. Sempre que posso pedalo até a universidade. Assim, consigo inserir as atividades na minha rotina, no entanto, minhas atividades favoritas são o futebol e judô, mas não tenho praticado elas nos últimos tempos.